Breaking News  
Top 10 textos mais lidos do Cointimes em 2018 Notícias

Top 10 textos mais lidos do Cointimes em 2018

Separamos uma bela lista de artigos mais lidos do Cointimes no ano de 2018.

Isac Honorato
Isac Honorato

Nesse ano de 2018, o Cointimes nasceu, cresceu e está voando com a missão de trazer conteúdo relevante e de qualidade para as pessoas que acompanham a gente.

Foram 612 artigos criados nesses 7 meses de vida sobre economia, finanças, investimento, blockchain e muito, mas muito bitcoin.

Já fizemos a lista de podcast mais ouvidos, agora vamos para os textos.

Resolvi preparar uma super lista com os 10 textos mais lidos deste ano desse ano de 2018. Vamos conferir?

10º – O preço do bitcoin está caindo e a culpa é sua

Tomados pela sede de lucro durante as altas insanas no segundo semestre de 2017, nos tornamos viciados em valorizações absurdas de 10% ao dia, eu me incluo nisso.

No auge da exuberância irracional, o mercado virou, veio o desespero e a abstinência. Esquecemos completamente do propósito e dos princípios por trás do surgimento do Bitcoin.

É com essa abordagem que o Lucas Bassotto entrega essa crítica ao mercado adepto do bitcoin.

9º – Google: Obrigada pela proibição do bitcoin

O Facebook foi a primeira rede social que iniciou a proibição do bitcoin e criptomoedas em sua rede de anúncios, e não demorou muito para o Google anunciar o fim de anúncios publicitários em toda sua rede.

Como efeito dominó, Twitter, Microsoft e demais redes também proibiram tais anúncios. E não para por aí, outras mídias utilizadas nas estratégias de performance digital, como Criteo, Taboola e Outbrain, seguiram o mesmo modelo de bloqueio.

Mas isso foi muito bom, não sabe porque? Vamos te explicar tudo.

8º – Motivos que ajudam a explicar a queda de preço do Bitcoin

O Bitcoin está em seu menor preço nível de preços no ano, até a tarde do dia 14 de novembro ele estava cotado a 5400 dólares.

Não existe ainda um motivo claro que levou a uma queda de preços dessa magnitude, de quase 12% em apenas um dia.

Tentamos entender o que aconteceu no mercado para o preço cair tanto nesse último ano.

7º – Criptomoedas promissoras em baixa que podem se valorizar

Selecionamos 7 criptomoedas que vêm apresentando uma baixa consistente nas últimas semanas.

Além disso, escolhemos criptomoedas promissoras que estão sendo desenvolvidas ativamente, utilizadas e já apresentaram forte valorização.

A maioria deles vêm apresentando lateralização depois das baixas sofridas ao longo do ano.

O momento ideal para comprar criptomoedas é quando elas vêm em baixa, como foi o caso da Nano, que apresentou quedas seguidas até chegar aos seus US$ 0,86 e logo depois valorizou mais de 70% em uma semana.

Quer conferir a lista? Só clicar no link.

6º – As melhores carteiras de Bitcoin

Um dos maiores obstáculos para quem está começando no mundo de criptomoedas é entender como funcionam as carteiras de bitcoin. Quando eu comprei minhas primeiras frações de Bitcoin, me disseram que não era bom deixar em uma Exchange.

Aqui analisamos e listamos as melhores carteiras de bitcoin e lembre-se, não deixe seus bitcoin em uma exchange.

5º – As 7 principais exchanges de bitcoin do Brasil

O mercado brasileiro de criptomoeda movimenta apenas 1,1% do volume de bitcoin mundial, atualmente de 659BTC em exchanges de bitcoin nas terras tupiniquins, de acordo com o Bitcoin Average

Mas isso não quer dizer que não temos mercado aqui dentro.

Hoje com 10 exchanges no mercado brasileiro, temos as maiores taxas do mercado mundial variando de 1,2% a 6,5%, considerando o depósito, taxas de negociações (Ordem passiva e ativa) e saque para o banco.

Quer saber o melhor lugar para fazer seus trades? Confira no link a baixo.

4º – ICO brasileiro é roubado: mais de 2500 ETH

No dia 21 de Maio, a equipe do Smart Taylor foi surpreendida ao chegar no escritório para mais um dia de trabalho. Ao acessarem sua carteira, se deram conta de que todos os seus fundos foram roubados.

Precisamente, foram roubados 2578.98 ETH (aprox. 1,6 milhão de dólares) e grande parte dos tokens emitidos durante o ICO, denominados como TAY.

3º – 3 planilhas de gastos para controlar suas finanças

Poupar é uma tarefa que pode parecer muito difícil, principalmente quando a economia está passando por períodos de baixa. O primeiro passo para melhorar sua vida financeira é descobrir onde fica o vazamento.

Nesse post você conhecerá 3 planilhas de gastos gratuitas que lhe ajudarão a controlar suas finanças.

2º – O que acontece com o dólar se o seu candidato vencer

A cotação do dólar é extremamente influenciada pelas eleições brasileiras. A cotação da moeda americana aqui no Brasil pode subir ou descer de acordo com o resultado das pesquisas eleitorais

Quando o candidato que agrada o mercado está ganhando, o dólar cai de preço. Se o candidato que o mercado não gosta, está ganhando, a moeda despenca na mesma velocidade.

Afinal, é isso o que acontece em um mercado especulativo, as pessoas reagem conforme as notícias, tentando precificar o ativo, no caso o dólar.

1º –Initiative Q é uma fraude? Confira análise

E nossa top 1 foi a Initiative Q. Você chegou a receber algo sobre isso pelo Whatsapp?

Infelizmente. O tal de Initiative Q virou uma praga nas redes sociais, inúmeras pessoas me perguntam a respeito disso toda hora. Pessoas com quem não falo há dez anos vieram me perguntar sobre ela!

Estranho não é? Confira nossa análise:

E aí? Gostou do nosso compilado das melhores de 2018?

Este tipo de conteúdo é relevante para você ou alguma pessoa que você conhece? Se for, siga e compartilhe a página do Cointimes e se mantenha sempre atualizado no mercado – FacebookTwitterInstagram.

Isac Honorato
Isac Honorato

Editor e roterista do Conexão Satoshi e dos programas do Cointimes, eu fui responsável pela co-criação do Foxbit Educação, por todo o projeto de layout do Cointimes e do novo site da Foxbit. Sou nerd, designer, filmaker e especialista em marketing de conteúdo na Foxbit.

O Cointimes utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.